Notícias


Estamos diante de um cenário econômico bastante desafiador neste início de 2015 e, para quem não gosta da palavra crise, difícil é evita-la ao olharmos para a situação dos países europeus da zona do Euro, para as dificuldades de ajustes internos do Japão, para uma China próxima de estourar sua bolha no mercado imobiliário e para o dólar que não para de subir. Estes fatores externos, unidos aos problemas internos brasileiros, como crises e escândalos político-econômicos, déficit na balança comercial e iminente recessão, formam o que alguns economistas já chamam de tempestade perfeita.

Como então, aproveitar ou criar oportunidades e fazer de 2015 um ano para ser lembrado?

Não me aventurando pela área econômica e longe de sugerir fórmulas mágicas, quero compartilhar com vocês algumas posturas e atitudes que se mostraram bastante eficazes em momentos de crise como este, na vida de vários empreendedores, gestores, profissionais de diversas áreas e também em minha experiência pessoal. Trata-se do trinômio: Atenção, Foco e Oportunidade.

Atenção

A ciência da atenção tem nos mostrado em recentes pesquisas que nossa capacidade de atenção está diretamente relacionada à nossa competência para o sucesso. A esse respeito, já escrevia Herbert Simon, Economista, vencedor do Nobel e criador da Teoria das Decisões: “…a informação consome a atenção de quem a recebe. Eis porque a riqueza de informações cria a pobreza de atenção.”

E não estamos nós num momento de mundo em que nossa atenção é bombardeada a todo o momento e de múltiplas formas, comprometendo nosso sucesso em várias áreas da vida? Como preservar e desenvolver a atenção, como fator determinante para nosso sucesso?

A resposta da ciência é que a atenção não é uma característica inata de alguns privilegiados que conseguem lidar com uma pulverização diária de informações e conexões. A atenção pode ser desenvolvida com treino e disciplina. Para isso, é preciso definir o segundo elemento de nosso trinômio, aqui citado: Foco.

Foco

Quero destacar, antes de tudo, como a compreensão da palavra foco tem sido reduzida, em minha percepção, no atual mundo corporativo. Observei isto em empresas para as quais ministrei treinamentos e palestras. Utilizada com frequência com os sentidos de: “prestar atenção no que se está fazendo”, “começar e acabar uma tarefa”; têm produzido julgamentos que se ouvem repetidamente nas organizações: “tal pessoa é focada!”, “fulano não tem foco!” e por aí vai.

O sentido mais ampliado de foco nos aponta para três diferentes vertentes, segundo Daniel Goleman: foco interno, foco no outro e foco externo. A utilização consciente desses três vértices de foco têm ampliado significativamente os resultados dos profissionais que se aplicam a seu uso sistematicamente. As pessoas costumam se surpreender com a própria capacidade de ampliar estas três vertentes, quando as trabalhamos em seminários e palestras. Elas ampliam sua consciência de um modo que faz com que sua percepção de oportunidades também se amplie.

Oportunidades

Uma das definições para a palavra “Oportunidades” (no plural) que mais gosto encontra-se no dicionário Priberam e expressa os significados de: “caminhos, futuro, perspectivas”. Os profissionais que percebem ou criam oportunidades são, geralmente, aqueles mais conscientes do caminho que estão trilhando. Possuem um olhar para o futuro, mas são extremamente conectados e atentos ao presente, vivenciando as três vertentes do foco ampliado que já falamos. Essas pessoas assumem a situação na qual estão inseridas e escolhem como vão trilhar sua jornada. Não negam as crises com otimismo irrealista, mas escolhem como vão passar por elas. Como escreveu o brilhante psicólogo Victor Frankl: “Quando não está ao nosso alcance mudar uma situação, somos desafiados a mudar a nós mesmos”. O verdadeiro senso de oportunidade parte de uma consciência ampliada sobre nossa caminhada e sobre as escolhas que fazemos na vida pessoal e profissional. Pessoas que desenvolvem esse senso tornam-se inspiradoras e agregadoras e os que estão à sua volta sentem prazer em trabalhar com e para elas.

Portanto, para aproveitar oportunidades no atual cenário, será preciso primeiro um olhar para dentro, verificando como estão os aspectos na sua vida deste trinômio: “Atenção, Foco e Oportunidade”. Com a certeza de que eles podem ser desenvolvidos e ampliados, precisando apenas de nosso comprometimento. Colocar em ação a prática desse trinômio no seu dia a dia, dando atenção devida às demandas por solução que estão por toda parte; tendo o foco devido para conseguir enxergar como oferecer essa solução e como isso se sustentará a longo prazo e assim criando as oportunidades, transformando-as em negócios, projetos e ideias de sucesso.

Conte conosco e vamos juntos rumo ao desenvolvimento em qualquer que seja o cenário.



Conheça o(s) autor(es) desse artigo :


Adilson Luiz Cecconi
Adilson Luiz Cecconi

26 anos de experiência em Gestão de Pessoas, Desenvolvimento Organizacional, Seleção e Treinamento; Consultor responsável pela implementação de projetos de capacitação em Liderança, Formação de Equipes, Gestão de Pessoas, Coaching e Comunicação Assertiva em empresas nacionais e multinacionais de diversos setores de atuação; Atuou como Gestor de Desenvolvimento Humano nas empresas: Altana Pharma, Iveco FIAT, Cia. Suzano de Papel e Celulose, 3M do Brasil, Bradesco Previdência e Xerox do Brasil; Atuou como Gestor de Vendas na Bradesco Previdência e Seguros S/A; Personal Coach; Psicoterapeuta Corporal; MBA Executivo em Gestão de Pessoas pela ESPM; Especialização em Psicologia Corporal – Centro Reichiano para o Desenvolvimento Humano/SP; reconhecido pelo International Institute for Biossynthesis (Zurich) e International Institute for Bioenergetic Analysis (New York);Graduado em Psicologia pela Universidade Metodista de São Paulo; Professor convidado da FIA-USP em Programas In Company, lecionando matérias como Comportamento Humano e Habilidades Gerenciais; Professor dos cursos de férias da ESPM, lecionando a disciplina Liderança com Foco em Resultados; Professor dos cursos de MBA da Escola Superior Nacional de Seguros (FUNENSEG), lecionando as disciplinas Negociação e Empreendedorismo.



Adilson Cecconi é Diretor da Propositum Consultores, empresa parceira da Atitude Educação na realização de Programas de desenvolvimento de liderança e equipes, comunicação assertiva e expressão de ideias.

Alguns temas que podem ser abordados em treinamentos com este parceiro:


- Liderança por Propósitos

- Trilhas de Liderança

- Formação em Liderança para Coordenadores e Supervisores

- Formação de Coach de Equipe

- Eneagrama para Líderes – Autoconhecimento e Resultados na Gestão

- Oficinas de Liderança

- Construção de Equipes de Alta Performance

- Fortalecimento de Equipes por Meio do Eneagrama

- Alinhamento de Equipes à Missão, Visão e Valores

- Integração e Comunicação para Equipes de Alto Desempenho

- Comunicação Assertiva para Líderes e Profissionais

- Desenvolvendo a Comunicação e Expressão de Ideias, Objetivos e Projetos com Eficácia

- Prática de Feedback

- Gestão por Competências




Uma resposta para “Como aproveitar ou criar oportunidades diante do atual cenário”

  1. Schiffler disse:

    Muito rico o artigo. Muito bom.

Deixe uma resposta