Sem categoria

Aproveitando oportunidades diante do atual cenário.

O trinômio Atenção, Foco e Oportunidade como atitudes frente a momentos de crise.

Receba uma notificação por email caso uma turma deste curso seja agendada:

Objetivos

Aproveitando oportunidades diante do atual cenário.

Estamos diante de um cenário econômico bastante desafiador em  2015 e para quem não gosta da palavra crise, difícil é evitá-la ao olharmos para a situação dos países europeus da zona do Euro, para as dificuldades de ajustes internos do Japão, para uma China próxima de estourar sua bolha no mercado imobiliário e para o dólar que não para de subir. Estes fatores externos, unidos aos problemas internos brasileiros, como crises e escândalos político-econômicos, déficit na balança comercial e iminente recessão, formam o que alguns economistas já chamam de tempestade perfeita.

Como então, aproveitar ou criar oportunidades e fazer de 2015 um ano para ser lembrado?

Não me aventurando pela área econômica e longe de sugerir fórmulas mágicas, quero compartilhar com vocês algumas posturas e atitudes que se mostraram bastante eficazes em momentos de crise como este, na vida de vários empreendedores, gestores, profissionais de diversas áreas e também em minha experiência pessoal. Trata-se do trinômio: atenção, foco e oportunidade.

Atenção e sucesso

A ciência da atenção tem nos mostrado em recentes pesquisas que nossa capacidade de atenção está diretamente relacionada à nossa competência para o sucesso. A esse respeito, já escrevia Herbert Simon, Economista, vencedor do Nobel e criador da Teoria das Decisões: “…a informação consome a atenção de quem a recebe. Eis porque a riqueza de informações cria a pobreza de atenção.”

E não estamos nós num momento de mundo em que nossa atenção é bombardeada a todo o momento e de múltiplas formas, comprometendo nosso sucesso em várias áreas da vida? Como preservar e desenvolver a atenção, como fator determinante para nosso sucesso?

A resposta da ciência é que a atenção não é uma característica inata de alguns privilegiados que conseguem lidar com uma pulverização diária de informações e conexões. A atenção pode ser desenvolvida com treino e disciplina. Para isso, é preciso definir o segundo elemento de nosso trinômio, aqui citado: Foco.

Quero destacar, antes de tudo, como a compreensão da palavra foco tem sido reduzida, em minha percepção, no atual mundo corporativo. Observei isto em empresas para as quais ministrei treinamentos e palestras.  Utilizada com frequência com os sentidos de: “prestar atenção no que se está fazendo”, “começar e acabar uma tarefa”; têm produzido julgamentos que se ouvem repetidamente nas organizações: “tal pessoa é focada!”, “fulano não tem foco!” e por aí vai.

O sentido mais ampliado de foco nos aponta para três diferentes vertentes, segundo Daniel Goleman: foco interno, foco no outro e foco externo. A utilização consciente desses três vértices de foco têm ampliado significativamente os resultados dos profissionais que se aplicam a seu uso sistematicamente. As pessoas costumam se surpreender com a própria capacidade de ampliar estas três vertentes, quando as trabalhamos em seminários e palestras. Elas ampliam sua consciência de um modo que faz com que sua percepção de oportunidades também se amplie.

Oportunidades

Uma das definições para a palavra “Oportunidades” (no plural) que mais gosto encontra-se no dicionário Priberam e expressa os significados de: “caminhos, futuro, perspectivas”. Os profissionais que percebem ou criam oportunidades são, geralmente, aqueles mais conscientes do caminho que estão trilhando. Possuem um olhar para o futuro, mas são extremamente conectados e atentos ao presente, vivenciando as três vertentes do foco ampliado que já falamos. Essas pessoas assumem a situação na qual estão inseridas e escolhem como vão trilhar sua jornada. Não negam as crises com otimismo irrealista, mas escolhem como vão passar por elas. Como escreveu o brilhante psicólogo Victor Frankl: “Quando não está ao nosso alcance mudar uma situação, somos desafiados a mudar a nós mesmos”. O verdadeiro senso de oportunidade parte de uma consciência ampliada sobre nossa caminhada e sobre as escolhas que fazemos na vida pessoal e profissional. Pessoas que desenvolvem esse senso tornam-se inspiradoras e agregadoras e os que estão à sua volta sentem prazer em trabalhar com e para elas.

Portanto, para aproveitar oportunidades no atual cenário, será preciso um olhar para dentro, verificando como estão os aspectos deste trinômio: “Atenção, Foco e Oportunidade”, com a certeza de que eles podem ser desenvolvidos e ampliados, precisando apenas de nosso comprometimento.

Fica então a provocação: e você, quer aproveitar esta oportunidade e comprometer-se?

   


Cancelamento / adiamento
Por iniciativa da Atitude: o curso poderá ser cancelado ou adiado por falta de quórum, com até 48h de antecedência da data prevista para seu início. Nestes casos, será devolvido, AUTOMATICAMENTE, 100% do valor pago por meio de depósito na conta bancária indicada pelo PARTICIPANTE, em até 10 (dez) dias úteis. Pagamentos via Pagseguro serão devolvidos através do mesmo, de acordo com as políticas do Pagseguro.

Por iniciativa do Participante: Será devolvido 80% do valor pago. O cancelamento deverá ser solicitado pelo e-mail [email protected] com 48h de antecedência do início do curso. O PARTICIPANTE, receberá a devolução em até 10 (dez) dias úteis. Depois deste prazo (48h de antecedência do início do curso), não haverá devolução do valor pago. Também não haverá devolução do valor pago se o (a) participante não comparecer ou desistir do curso após seu início. Caso o valor tenha sido pago com Pagseguro, será necessário aguardar o repasse do valor do Pagseguro para a Atitude para posterior devolução ao matriculado.